SEI TÃO POUCO ACERCA DE QUEM CÁ PASSA... DEIXEM-ME LÁ UMA DICA ;)

As Receitas da Tia Gio

Comer bem é um dos prazeres que eu não dispenso por nada deste mundo... Vou tentar ensinar-vos o pouco que sei e conto aprender imenso com vocês...

29 dezembro 2012

Tronco de Natal


Primeiro que tudo quero desejar a quem aqui passa um optimo 2012, cheio de sucessos pessoais e realizações profissionais.

E agora a minha primeira experiência no tronco de Natal. Quero dizer-vos que fiz uma receita duma "Mulher Moderna na Cozinha" e que o tronco ficou horrivel, a massa ficou altíssima partiu-se toda a enrolar e por outro lado o creme para a cobertura e recheio ficou liquido e sem grande hipótese de recuperação.
Sendo assim e porque eu tinha decidido que este ano era eu que fazia o tronco de Natal, deitei mãos à obra e logo de seguida fiz outro sem me seguir por receita nenhuma. Ou melhor, a massa fiz a partir da Torta Simples da Mónica que já tinha experimentado fazendo com recheio de ovos e recheio de gila e o recheio e cobertura inventei (se é que ainda se inventa alguma coisa em culinária...) ou melhor... adaptei !!!
Ingredientes:
Massa:
5 ovos
o peso de 3 ovos em açúcar
o peso de 2 em farinha (+ 1 colher de sopa de maizena)
1 colher de chá de fermento
(acrescentei-lhe uma colher de sopa de aroma de baunilha)
Recheio e cobertura:
300 gr de chocolate de culinária (tablete e meia)
1 late de leite condensado das grandes do LIDL
Cerca de 100 gr de amêndoa picada (apenas para o recheio)
Preparação:
Misturar as gemas com o açúcar e bater muito bem até ficar um creme esbranquiçado. Bater as claras em castelo e peneirar as farinhas e o fermento. Envolver com cuidado e juntar alternadamente as claras e a farinha na massa. Vai ao forno a cozer num tabuleiro untado com manteiga e polvilhado de farinha.
Entretanto preparei o creme que iria servir para rechear e barrar. Parti o chocolate aos pedaços, misturei-lhe o leite condensado e levei um pouco ao micro ondas para derreter. Em seguida mexi até dissolver completamente o chocolate no leite e ficar uma "massa". Dividi em duas porções. Uma pus no frigorifico para barrar e à outra misturei cerca de meio pacote de amêndoa picada.
Entretanto desenformei a torta para cima dum pano da loiça molhado e polvilhado com açúcar e barrei com o creme.
De seguida enrolei a torta e cortei-lhe as duas pontas para servirem de enfeite ao Tronco.
Tirei a outra metade do creme e barrei a torta, levando-a em seguida ao frigorifico cerca de meia hora.
Ao fim desse tempo (mais ou menos), fiz-lhe o efeito de "casca" com um garfo e polvilhei-a com açúcar em pó... et voilá... foi um sucesso.

16 dezembro 2012

Canelones de atum




Ingredientes:
12 canelones (de preferência dos que não precisam de cozedura)
1 cebola
3 dentes de alho
1 ou dois tomates
3 latas de atum
1/2 pacote de esparregado
1 pacote de 0,5 lt de molho Bechamel
1/2 pacote de queijo Emmental (para pizzas)


Preparação:
Numa frigideira por a cebola picada, os alhos picados e o tomate aos bocadinhos e o oleo de uma das latas. No caso de usarem atum em água por um bocadinho de azeite na frigideira. Mexer bem e juntar o esparregado, depois de estar tudo bem envolvido juntar as latas de atum e ir mexendo durante cerca de 10 minutos.

Encher os canelones e dispo-los numa travessa de pirex ao lado uns dos outros (como na foto). Regar com o Bechamel (eu uso de pacote mas primeiro ponho numa tigela e tempero de sal, pimenta e noz moscada) de forma a cobrir os canelones e espalhar cerca de meio pacote de queijo por cima. Vai ao forno a gratinar cerca de 20 minutos.

20 agosto 2012

Baba de camelo


Um destes dias fiz uma sobremesa para levar para casa de uma sobrinha e decidi-me pela Baba de Camelo porque sei que ela adora. Como o almoço era no Domingo e Sábado eu queria ir para a praia deixei-me levar pelas modernices e comprei Leite condensado já cozido. Sinceramente não gostei, achei que o doce ficou demasiado liquido. O que é doce nunca amarga já diz o ditado, e comeu-se todo, mas mais que se bebia do que comia. Apesar de me dizerem que estava bom não fiquei convencida. Se voltar a tentar, em vez de 6 ovos ponho só 4.


Ingredientes:

1 latas de leite condensado já cozido
6 ovos
miolo de amêndoa ralado

Preparação:

Fiz a dose a dobrar.... Nada mais facil, abrem-se as duas latas, deitam-se numa tigela, juntam-se as 12 gemas e envolve-se bem. Em seguida batem-se as 12 claras em castelo (talvez aqui eu tambem pudesse ter reduzido, mas foi a primeira vez) e incorpora-se no preparado. Verte-se para uma taça de servir e vai para o frigorifico. Na hora de tirar do frio, polvilha-se com amêndoa ralada.

Bacalhau dos Reis


Um bacalhau inventado por mim mas baptizado pelas minhas colegas de trabalho a quem eu ensinei e que parece que agora nunca falta nas suas mesas de festa. Como não tinha nome elas deram-lhe o meu e agora até eu o chamo de Bacalhau dos Reis.

Ingredientes:

Bacalhau em quantidade suficiente
Batata frita de pacote (da palhada)
miolo de camarão
broculos
cenoura ralada ou baby
tomate em cubos
cebola em rodelas
couve flor
um pacote de molho bechamel de meio litro
um pacote de natas liquidas de meio litro
sal, pimenta e noz moscada
queijo palhado (daquele das pizzas)

(o bacalhau, o camarão, broculos, cenoura, tomate, cebola e couve flor são daqueles comprados já cortados em pacotes prontos a usar. É tudo usado em cru e congelado conforme sai do congelador)

Preparação:

Numa tigela misturo o bechamel com as natas e tempero generosamente de pimenta e noz moscada, sal ponho só um pouco. Cubro o fundo do pirex com um pouco do molho e depois vai tudo lá para dentro sem nenhuma ordem especifica. Quando já lá estão todos os ingredientes, cubro com o molho na totalidade e deito o queijo por cima.

Vai ao forno pré-aquecido durante cerca de meia hora, tiro, envolvo bem, pondo a parte de cima para baixo e a debaixo para cima e vai mais meia hora ao forno. Claro que isto depende dos fornos. Eu costumo por a 130 graus mas com os ventiladores laterais ligados. Quando o tiro para envolver já está meio gratinado por cima.

07 agosto 2012

Esparguete de Marisco

Daquelas receitas bem simples que tendo os ingredientes em casa "safam" sempre qualquer enrascada....

Ingredientes:

1 emb. de marisco congelada
2 colheres sopa manjericão
4 tomates maduros
1 colher sopa alho picado
2 cebolas
1 cubo de galinha
1 copo de vinho branco
sal e pimenta
piri piri
esparguete


Preparação:
Refogar o tomate com o alho, a cebola em azeite e temperar com sal. Adicionar o vinho branco e juntar o marisco.

A parte coze-se o esparguete com um cubo de caldo de galinha. Depois do esparguete estar cozido, junta-se o marisco, envolve-se bem e polvilha-se com o manjericão (por acaso até se nota um bocadinho que eu não tinha manjericão em casa ;).

17 julho 2012

Massa gratinada com atum

Ingredientes:

Macarrão, laços ou qualquer massa grande
1 lata de atum por pessoa (uso a picante)
cebola e alho
calda de tomate
natas
queijo palhado

Preparação:
Fazer um refogado em óleo, juntar tomate e o atum e deixar cozinhar cerca de 10 min. Juntar as natas.

Numa caçarola cozer massa suficiente, escorrer e pôr num pirex. Envolver na massa o atum e o respectivo molho, cobrir com queijo palhado e levar ao forno a gratinar cerca de 15 min.

Não há nada mais facil e é saboroso.

03 julho 2012

Gelado de Filipinos





Este manjar dos Deuses que a Juanita fez no dia dos seus anos foi qualquer coisa de espectacular.... eu adorei e era para fazer hoje, mas vou só fazê-lo no fim de semana. Mais um bocadinho e não sobrava nem para tirar a fotografia....

Ingredientes:
2 pacotes de natas de 200ml
1 lata de leite condensado
3 folhas de gelatina
2 pacotes de filipinos picados na 123

Preparação:
Bater as natas até ficarem bem sólidas, juntar o leite condensado e bater novamente. Incorporar as folhas de gelatina já previamente demolhadas. Misturar as bolachas ao preparado anterior e vai numa forma ao congelador.

É deliciosooooooooo

24 junho 2012

Secretos de Porco com arroz frito


Os secretos não têm qualquer tipo de " secretismo " para cozinhar, é uma parte do porco com muita gordura e já por si apetitosa por isso que um bocadinho de alho em pó, uma pitadinha muito pouca de sal e grelhá-los apenas na sua própria gordura. Uma delicia...

Para fazer arroz frito utiliza-se a mesma medida de arroz e de água. 1/1
Faz-se um refogado apenas com azeite, sal e alho, assim que o alho começa a alourar deita-se uma chávena de arroz (ou as que se quiser) e deixa-se fritar. Literalmente... mexendo sempre para não deixar agarrar e até ficar amarelinho.

Entretanto põe-se a mesma medida de água ao lume até ferver, e quando o arroz estiver frito, junta-se a agua, mexe-se bem, baixa-se o lume para o mínimo e tapa-se. Não se mexe mais e vai-se controlando até ver que a água evaporou toda e que o arroz abriu espacinhos. Nessa altura desliga-se o lume e deixa-se ficar o arroz tapado durante uns minutinhos.

Fica pronto a servir. Para mim este arroz tem que ser servido acompanhado com maionaise, que deito por cima do arroz em "fiozinhos" e depois envolvo no arroz, fica super saboroso mas é péssimo para a linha, ehehehe

08 junho 2012

"Empadão" de pêssego





Esta sobremesa foi-nos apresentada pela Juanita no seu aniversário, mas o meu marido como não é grande apreciador de doces, disse que não sabia se queria provar porque parecia um empadão... e ficou o empadão da Juanita....
Delicioso por sinal... e também deve ficar igualmente bom com morangos ou com ananás...

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
2 pacotes de natas batidas
1 pacote de bolacha maria
1 gelatina de pessego
1 lata de pessegos

Preparação:
Faz-se a gelatina com 125 ml de água e deixa-se arrefecer. Bate-se as natas e junta-se o leite condensado. Reduz-se os pessegos com a varinha mágica e junta-se ao preparado e por fim a gelatina. Forra-se uma forma de mola com pelicula transparente. Põe-se em camadas alternadas o creme/uma camada de bolacha passada na calda do pessego e assim sucessivamente acabando com creme. Vai ao frigorifico a solidificar e quando se desenforma por cima decora-se com um pouco de pure de pessego.
(Receita escrita tal e qual a Juanita me deu, para qualquer dúvida.... o melhor é perguntar a ela ;)


16 janeiro 2012

2012


Mais um ano, mais 12 badaladas, doze passas e doze promessas que nunca, ou quase nunca chegam a ser concretizadas. Não vou dizer que uma das minhas promessas foi a de conseguir actualizar mais vezes o meu blog porque estaria a mentir. Mas o que é facto é que tenho pena de não o conseguir actualizar tantas vezes quantas eu gostaria.

Tantas receitas que estão a ficar esquecidas em pequenos pedaços de papel... tantos pratos que experimento e penso que assim que puder vou por aqui para partilhar com quem me lê... mas aqui está esta minha foto recente :) que explica o porquê da minha falta de tempo... a Tia Gio o ano passado lembrou-se de voltar à faculdade e assim é. Estou a fazer o 2º ano da Licenciatura em Gestão de Sistemas de Informação e o tempo é pouco, muito pouco...

Mas as opções são isso mesmo, opções !!!! E agora tenho este desafio para superar, muitos pratos saborosos irei fazer durante e depois... e sempre que puder virei partilha-los, porque vejo que ainda passa por aqui muita gente, o que me dá um enorme prazer e alegria. E como eu sempre digo, quero ensinar-vos o pouco que sei e aprender imenso com vocês. Bom ano !!!